sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Sicario – Infiltrado

SICARIO
de Denis Villeneuve
com: Emily Blunt, Benicio Del Toro, Josh Brolin
e Daniel Kaluuya
Desde que o seu Incendies – A Mulher que Canta foi nomeado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2010, o canadiano Denis Villeneuve tem-se vindo a afirmar como um dos mais interessantes realizadores do panorama do cinema actual. Sicario – Infiltrado, que estreia hoje nas salas nacionais, é o seu mais recente trabalho e leva-nos até ao México para assistirmos à war on drugs entre EUA e os cartéis mexicanos.

Os protagonistas da narrativa são Kate Macer e Alejandro Gillick. Ela é uma agente do FBI destacada para ir até ao México como parte de uma equipa de elite selecionada para apanhar os responsáveis de um atentado que matou dois agentes federais. Ele é o parceiro do líder da equipa e está ligado à missão (e em especial a um dos maiores traficantes de droga mexicanos) de uma forma muito mais pessoal, mas recusa-se a explicar a Kate as suas verdadeiras intensões, criando um clima de desconfiança entre os dois.

O que mais se sente logo à partida é o tom pesadíssimo do filme. Desde a cena de abertura (que nos dá um murro no estômago logo a abrir com muita tensão, violência e uma grande quantidade de imagens fortíssimas) até ao último plano, está sempre presente um clima sombrio que acompanha todos os momentos da narrativa e que assombra cada passo que as personagens dão.

Leiam a crítica completa no Espalha-Factos

1 comentário:

  1. "Sicário – Infiltrado": 5*

    "Sicário - Infiltrado" é um filme veemente, cruel e algo cru mas muito realista e é por isso que é excelente.
    "Sicario" vence pela sua lado técnico, onde destaco a sua realização e a sua direção de fotografia.

    Cumprimentos, Frederico Daniel.

    ResponderEliminar